segunda-feira, 29 de Outubro de 2007

Saúde... a que ponto chegámos!!!

A saúde é um tema de preocupação geral. Com o passar do tempo o ser humano foi evoluindo no que toca ao seu conhecimento… as condições higiénicas têm vindo a melhorar gradualmente pelo que a proliferação de certas doenças é praticamente inexistente, o avanço das novas tecnologias proporcionou a descoberta de novos tratamentos.

No entanto, esta evolução trouxe também, novas preocupações. A vida atribulada da maioria de população, o sedentarismo, a ausência de um ambiente saudável, os média… trazem consigo novas temáticas que se têm tornado numa constante no nosso dia a dia.

Nomes tão comuns como depressão, stress, anorexia, bulimia, obesidade, sida, são da preocupação de todos nós.

Vivemos numa sociedade demasiado exigente, movida por estereótipos que não se enquadram na realidade. Quando abrimos uma revista, etc. vemos modelos esbeltas e extremamente magras, que nos fazem parecer horríveis. Deste modo sentimos necessidade de nos tornarmos parecidas o mais possível com esta visão distorcida de corpo ideal.

Procuramos a todo o custo formas variadas para perdemos peso, a palavra comer torna-se execrável, insuportável aos nossos ouvidos. O exercício passa a ser uma obsessão, e vomitar uma solução fácil. Enfim os meios pouco interessam para atingir o fim a que nos propomos… no entanto o espelho teima em mostrar uma pessoa cada vez mais gorda apesar de a nossa figura ser cada vez mais cadavérica. Os limites ultrapassam-se e a morte é o fim mais provável.

Por outro lado, a vida fácil proporcionada pelo avanço das novas tecnologias torna-nos pessoas sedentárias, em muitos casos a vida resume-se a estar sentado em frente a um computador 7 horas por dia, acompanhados constantemente por comida pouco saudável. Alimentos como batatas fritas, hambúrgueres, pizzas, bolos, comida pré confeccionada são os nossos fiéis companheiros. A playstation nada mais faz que, exercitar os dedos das mãos apesar da acção que se passa dentro dos ecrãs. A televisão e a Internet levam-nos a todo o lado evitando deslocações desnecessárias e maçadoras.

Na obesidade comer deixa de ser uma necessidade vital e passa a ser uma forma de prazer…

A depressão, ao contrário de uma qualquer amargura ou tristeza passageira, atinge todos os aspectos da vida. Esta doença actual não tem apenas origem em questões psicológicas e pessoas, mas também em vias nervosas, processos químicos e mesmo na genética. Embora, haja um gene que promove a depressão, um conjunto de variações genéticas aumenta a vulnerabilidade a esta doença.

Contudo, estudos científicos e novas descobertas possibilitaram uma melhor facilidade no tratamento desta doença, principalmente através do reconhecimento precoce dos sinais revelados pela depressão.

Por isso o reconhecimento e vontade no sentido do tratamento desta doença, mas também do stress (doença aliada à depressão e a ganhar avanço nos dias actuais, pelo excesso de preocupações e falta de hábitos saudáveis) pode melhorar em muito a qualidade de vida e também salvá-la, uma vez que ambas continuam a ser importantes causas de suicídio.

segunda-feira, 22 de Outubro de 2007

Itália proíbe anúncio polémico com uma modelo anoréctica


MILÃO, Itália (AFP) — A publicidade do fotógrafo italiano Oliviero Toscani contra a anorexia, na qual uma modelo com a doença é mostrada nua, foi proibida nesta sexta-feira na Itália pela entidade que regulamenta o sector da publicidade.



A entidade considerou que a mensagem viola vários artigos do código que disciplina o sector da publicidade e exigiu que seja vetada.

Entre os artigos violados figura o número 1, que impõe que toda publicidade seja "honesta, verídica e correcta" e evite "denegrir as pessoas".

As agências de publicidade estão obrigadas a acatar as decisões da entidade disciplinar.

O conhecido fotógrafo italiano Oliviero Toscani, célebre por suas campanhas polémicas para a Benetton, lançou em Setembro passado uma impressionante denúncia sobre a anorexia com a publicação de uma foto gigante de duas páginas de uma menina nua e extremamente magra.

O anúncio, publicado no jornal La Republicca, incluía uma única palavra, "Não", e foi financiado pela marca de roupa italiana "No-l-ita".

"Há anos me ocupo do problema de anorexia. Quem são os responsáveis? No geral, os meios de comunicação, a televisão, a moda. Parece muito interessante que uma marca de roupa compreenda o fenómeno, tome consciência de seu papel e patrocine a campanha", declarou o fotógrafo na ocasião.

O mundo da moda acolheu favoravelmente a campanha.

segunda-feira, 15 de Outubro de 2007

Processo de selecção do tema do projecto

Tema: "Saúde, um bem precioso"

Este projecto tem em vista abordar o tema, A Saúde.

Desde início tivemos em mente abordar uma temática na área da ciência.

Durante o processo de selecção tivemos em vista diversos temas como por exemplo, ciência forence, os transgénicos, clonagem, aborto, biodiversidade, agricultura biológica entre outros.

Finalmente acabámos por escolher um tema que, no nosso entender, fosse de interesse global.

Uma vez que a saúde preocupa a totalidade da população mundial pareceu-nos adequado dar a conhecer várias vertentes nesta temática como, doenças emergentes, doenças raras, doenças motivadas por mutações genéticas (causas, consequências, tratamentos...), medicinas alternativas, alguns tratamentos aleados às novas tecnologias.

No entanto, alguns destes subtemas ainda se encontram sob discussão uma vez que, a sua abordagem depende da qualidade e da quantidade de informação disponível.